Leia Também:

Carregando...

Como agendar o desligamento, reiniciar, hibernar e terminar as tarefas no Linux



Existe uma ferramenta extremamente útil para usuários de Linux que possibilita agendar o desligamento, reiniciar, hibernar e terminar tarefas no Linux chamada ComplexShutdown.

Trata-se de um script hoje, rescrito em python. O objetivo principal desta ferramenta é desligar seu computador após um horário específico, mas é mais complexo: você pode especificar quando fazer a ação com muitas opções extras. 

Tudo é embalado em uma interface de usuário gráfica simples e intuitiva, além disso tudo você ainda pode utilizá-lo para agendar a execução do comando para realizar algumas tarefas enquanto você estiver ausente.

Por exemplo, você pode automatizar o início de um cliente torrente ou o seu desligamento automático, ou automatizar a inicialização de um aplicativo de backup por um determinado espaço de tempo.

Como eu disse, essa ferramenta é muito útil para automatizar tarefas que apesar de simples, são corriqueiras do dia a dia.




Como instalar o ComplexShutdowns

 

Com o terminal aberto, adicione os seguintes comandos em modo root:

Inicialmente, baixe o pacote de instalação:

 

 wget https://launchpad.net/complexshutdown/trunk/0.5/+download/complexshutdown_0.5_all.deb -O complexshutdown.deb


Logo depois, utilize esse comando para instalar a ferramenta:


 Sudo dpkg -i complexshutdown.deb

 

Se houver necessidade, instala suas dependências:


 sudo apt-get install -f

 

Embora o nome ComplexShutdown ofereça a ideia de difícil, ressalto que ele não é. Além do mais, existem algumas características importantes que gostaria de anotar:

 

1. Ações como desligamento, hibernação, log desliga, reinicia, em espera ou qualquer comando personalizado que você deseja executar

2. Tempo a partir de agora para executar a ação específica

3. Tempo Depois que a máquina está ociosa para executar a ação;

4. Dia e hora específicos para executar a ação;

5. Notificação e som para ações;

 

Ao abrir o programa, você verá na janela principal opções de como agendar tarefas, nas quais basicamente você precisará apenas configurar e executar e quando de acordo com a sua necessidade:

 


 

Ao configurar as janelas, você pode personalizar a notificação e as opções para bloquear a tela após a operação de espera, você pode configurar o tempo para a janela de notificação apareça antes que a contagem regressiva seja iniciada.

 

 

A única deficiência da ferramenta é que você não consegue agendar várias tarefas com ações diferentes numa única vez. Tem que ser uma de cada vez, mas considerando que estamos falando de uma ferramenta em Linux, pode-se esperar com certeza melhorias para o futuro.

 

 

Se você não gostou da ferramenta, pode removê-la do seu sistema:

 

 sudo apt-get remove complexshutdown

 

 

No Ubuntu, você tem vária opções desligamento se levarmos em conta que existe um aplicativo muito bom chamado  EasyShutdown, porém o Complexshutdonw oferece mais opções , não só de simplesmente desligar a máquina.


Se esse material foi interessante para você, por gentileza, deixe seus comentários abaixo. Obrigado.


Referências:
LinOxide
2dayGeek
launchpad.net/complexshutdown
tags: ferramentas, agendamento,hibernar,aplicaticos,ubuntu
Continue lendo>>

Como Desativar Webcam e Microfone no Linux via terminal

À medida que o mundo caminha em direção à digitalização, mais e mais spywares segmentam a webcam para roubar informações confidenciais sobre usuários.
É óbvio que nenhum outro sistema operacional pode vencer o Linux por sua segurança, por isso o Linux é apreciado por muita gente, mas mesmo assim isso não serve de garantia total e a precaução nunca é demais.

Aqui apresento um tutotrial simples para desativar a web cam e o microfone via terminal, de maneira bem simples.  Importante salientar que para esse procedimento você deverá estar logado no terminal como usuário root.



How to Disable Webcam and Microphone via Terminal on Linux



Desativando Webcam

Com as devidas permissões em modo root, siga essas etapas:


sudo sh -c "echo 'blacklist uvcvideo' >> /etc/modprobe.d/blacklist.conf"


Este comando irá adicionar a linha "blacklist uvcvideo" no final do arquivo "blacklist.conf" localizado no diretório /etc/modeprobe.d.



How to Disable Webcam and Microphone via Terminal on Linux


Essa linha blacklist uvcvideo pode ser escrita manualmente no arquivo blacklist.conf. Para adicionar a linha manualmente, utilize esse comando gedit:



sudo gedit /etc/modprobe.d/blacklist.conf


Agora é só adicionar a linha "blacklist uvcvideo" 


How to Disable Webcam and Microphone via Terminal on Linux

É necessário reiniciar o seu computador. A sua web cam estará desativada agora.


Se você quiser habilitar a webcam no futuro, apenas execute o seguinte comando no Terminal:



sudo sed -i '/blacklist uvcvideo/d' /etc/modprobe.d/blacklist.conf


Ou mude o arquivo blacklist.conf usando seu editor de texto favorito para comentar ou remover a linha "lista negra uvcvideo"



sudo gedit /etc/modprobe.d/blacklist.conf


Desativando o Microfone

Para desativar o microfone, primeiro você precisa saber qual driver sua placa de som está usando, para obter essa informação, utilize esse comando no terminal:


cat /proc/asound/modules

Ele mostrará o nome do driver para a placa de som.

Veja esse exemplo:
How to Disable Webcam and Microphone via Terminal on Linux

Agora execute o seguinte comando, substituindo "Your_driver" pelo nome do driver que você encontrou acima:


sudo sh -c "echo 'blacklist Your_driver' >> /etc/modprobe.d/blacklist.conf"
No exemplo acima, é "snd_hda_intel":

How to Disable Webcam and Microphone via Terminal on Linux

Isso irá adicionar a linha "blacklist Your_driver" (no meu caso "snd_hda_intel") no final do arquivo blacklist.conf na localização /etc/modprobe.d/.

Você também pode adicionar a linha "blacklist Your_driver"no arquivo blacklist.conf, abrindo o arquivo com sudo da seguinte maneira:


sudo gedit /etc/modprobe.d/blacklist.conf

How to Disable Webcam and Microphone via Terminal on Linux

Reinicie novamente o seu PC. O microfone está desativado agora.



E futuramente, se desejar ativar novamente o microfone, utilize esse comando:

sudo sed -i '/blacklist Your_driver/d' /etc/modprobe.d/blacklist.conf

Ou remova a linha "blacklist Your_driver"  utilizando gedit:


sudo gedit /etc/modprobe.d/blacklist.conf



Obviamente, existem muitos tutoriais falando a respeito, eu porém tentei deixar de uma maneira mais simples para você que está começando em Linux. Se gostou, por gentileza, deixe sua opnião nos comentários que são muito importantes para melhorarmos cada dia mais.



Referências: 

linoxide.com
imagens: linoxide
askubuntu.com
maketecheasier.com
tags: webcam, terminal, desativar, linha de comando
Continue lendo>>

Ativando o root - conta de administrador- no Ubuntu (Guia de bolso)

Para um usuário mais familiarizado com o Linux Ubuntu, é algo normal. Mas para um iniciante, talvez se atrapalhe um pouco ao tentar habilitar o modo root do ubuntu, que por segurança não vem habilitada. caso queira, você poderá assim fazê-lo e optar em utilizar alguma aplicações em modo SUDO ou Root, conforme sua preferência. 

O modo sudo protege um usuário iniciante de cometer algum erro fatal que prejudique o seu sistema, porém a medida que você produz  material, desenvolve aplicações e utiliza ferramentas mais complexas, utilizar o superusuário em modo root se torna cada vez mais importante.
Enabling root (admin account) in Ubuntu (Pocket Guide)



Formas de habilitar o usuário root:


No terminal, digite o seguinte comando:



$ sudo passwd root



Agora digite e confirme a senha.


Para entrar em modo root:


$ su root




Obs: Tem outra forma de habilitar o usuário root:

$ sudo su
$ passwd 

fonte: Viva o Linux - moderador chemonz





Para desabilitar o modo root, o comando é esse:

$ sudo passwd -l root 


Nota importante:

Utilizar a máquina como superusuário exige um cuidado maior. Um usuário iniciante se não souber o que faz, pode causar danos ao seu sistema operacional. Use com cuidado e de maneira consciente.


até.


Continue lendo>>

Como instalar o Java Oracle JDK8 de maneira simples (Guia de Bolso)



Para você que é iniciante em Linux (particularmente em distribuições baseadas em Debian ou Ubuntu, as quais eu utilizo) saiba que muitos aplicativos e ferramentas necessitam de instalação do JAVA JDK. 

Essa pequena postagem mostra qual o procedimento – o mais simples que encontrei – para realizar a instalação sem problema algum. 

obs.- Essa dica é para quem está iniciando no Linux.


Com o terminal aberto em modo administrador (sudo) adicione o seguinte repositório:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/java


Logo após, digite o comando update seguido de –y  (para que o sistema entenda que quaisquer ordens de continuar seja sempre sim)

sudo apt-get update -y


Agora e finalmente, adicione o comando para instalação do java jdk:

sudo apt-get install oracle-java8-installer -y


Após a instalação, verifique se tudo correu bem, digitando o seguinte comado:

sudo java -version


E, se tudo estiver ok, retornará essa informação no terminal:

java version "1.8.0_66"
Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.8.0_66-b17)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 25.66-b17, mixed mode)





Bem simples.
Continue lendo>>

Open Traceroute visual no Ubuntu – como instalar em seu sistema

Open Traceroute visual trata-se de uma ferramenta de traceroute visual e de snaper visual baseada em Java livre e de código aberto que pode ser usada para exibir dados em um componente de mapa 3D ou 2D. Você pode facilmente exportar dados para arquivo de imagem ou arquivo de texto usando o Open Traceroute Visual.
Para instalação, é necessário que sua distribuição Ubuntu seja a partir de 14.04 e que você esteja com privilégios de administrador ( Sudo ). Vale lembrar que para executar o Traceroute Visual é necessário que você tenha instalado o JDK 8 (veja aqui como instalar).

Como instalar Open Traceroute Visual


Você pode baixar a versão mais recente do pacote Debian do Open Visual Traceroute no site SourceForge. 

Se o seu sistema for de 64 bits, utilize o seguinte comando:


wget https://sourceforge.net/projects/openvisualtrace/files/1.6.5/ovtr_1.6.5-1_amd64.deb

E se for de 32 bits, o comando é este:

wget http://heanet.dl.sourceforge.net/project/openvisualtrace/1.6.5/ovtr_1.6.5-1_i386.deb

Ao término do download, na pasta em que ele foi realizado, digite o seguinte comando para executar a instalação:

sudo dpkg -i ovtr_*.deb


Como iniciar o Traceroute

Você pode iniciar a ferramenta Open Visual Traceroute do menu Application ou Unity Dash como mostrado abaixo:

imagem: linoxide



Agora, após clicar no  Traceroute visual , você deve ver a seguinte imagem quando ele começar a abrir:
 
imagem: linoxide


Uma vez que o banco de dados GeoIP é atualizado, você deve ver o Open Traceroute Visual na seguinte imagem:



Agora, clique no botão de menu "Traceroute", digite "yahoo.com" e clique na pesquisa. Você deve ver a saída do traceroute na seguinte imagem:




Conclusão
O Open Traceroute Visual foi instalado com sucesso no Ubuntu. Agora você pode facilmente traçar qualquer endereço IP, pesquisar qualquer domínio whois e sniffer qualquer pacote usando essa ferramenta. Utilize-a da melhor forma possível.


Referências:
Sougefource
linoxide.com -pesquisa e tradução. A ele todos os créditos. 
Continue lendo>>